Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Casa d'Agronômica é aberta oficialmente à visitação de estudantes

Publicado em 10/05/2018 Editoria: Florianópolis Comente!


Foto: Jeferson Baldo / Secom

Foto: Jeferson Baldo / Secom

A Casa d’Agronômica, residência oficial do governador do Estado, está recebendo estudantes para um projeto cultural pioneiro em Santa Catarina. Nessa quarta-feira (9), Eduardo Pinho Moreira e a primeira dama, Nicole Torret Moreira, recepcionaram os vereadores mirins de Blumenau na visita que marcou a abertura da iniciativa. 

“É importante que eles conheçam a Casa da Agronômica, que faz parte da história de Santa Catarina, e que saibam que aqui moraram muitos governadores. Além de conter diversas obras de artistas catarinenses, que contribuíram para a construção do patrimônio cultural, artístico e histórico do Estado, como os pintores Vera Sabino e Willy Zumblick”, destacou o governador.

O projeto cultural "De Portas Abertas", de iniciativa da primeira dama, é voltado para estudantes das redes pública e particular de ensino e consiste em uma visita guiada à Casa d’Agronômica. O objetivo da iniciativa é promover maior aproximação com os jovens, que serão os cidadãos amanhã, além de despertar neles o interesse pela história e pela cultura de Santa Catarina.

“Este lugar é da população. Ele contém uma riqueza cultural e histórica do nosso Estado. É uma verdadeira aula para os estudantes que a visitam,”, comentou Nicole.

Despertar interesse

Para a estudante Laura Teixeira Sumensari, de 14 anos, presidente da Câmara Mirim de Blumenau, a política está inserida diretamente na vida de todos e a visita despertou o interesse na vida pública. “Eu gostei muito, foi uma inspiração para nós. Meu sonho é ser médica, o governador também é médico, então eu posso me tornar uma governadora também”, revelou Laura.

Imbuia

Para marcar oficialmente a primeira visita, o governador, a primeira dama e os alunos plantaram uma muda de Imbuia, árvore símbolo de Santa Catarina no jardim da residência. “Escolhemos esta árvore por ser símbolo de Santa Catarina e também para fazer um alerta de conscientização. Assim como outras plantas, a Imbuia está em extinção”, explicou a primeira dama. 

Após o ato, os alunos continuaram o roteiro no jardim, que abriga espécies de figueira, pau-brasil, pinus, eucalipto e coqueiros. 

Acervo cultural

O ponto alto da visita foi o tour pelo interior da casa, construída em estilo colonial misto na década de 1950. As crianças puderam conhecer diversos detalhes da residência e apreciar obras de arte, como pinturas, esculturas e itens decorativos e históricos.

As obras do interior da casa estão catalogadas e em todas as visitas os estudantes poderão conhecer de perto telas de artistas catarinenses como Willy Zumblick, Martinho de Haro, Rodrigo de Haro, Vera Sabino, Valda Costa e outros como Di Cavalcanti e Silvio Pléticos.

“Quem conhece, preserva. É importante nós preservarmos, porque é a nossa história. Elas retratam a nossa cultura, modo de viver e ser”, disse a responsável pelo acervo de obras de arte do Estado, Sônia Fraga Machado.

Como visitar

As visitas serão guiadas e ocorrerão uma vez por semana em dois períodos, por meio de agendamento. As escolas que tiverem interesse em participar, deverão entrar em contato pelo e-mail da Casa Militar: cerimonial@scm.sc.gov.br.

 

› FONTE: Assessoria de Comunicação do Governo de SC

Comentários