Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Polícia prende investigado por golpes imobiliários em Balneário Camboriú

Publicado em 21/07/2017 Editoria: Cidades Comente!


A Polícia Civil, por meio da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Balneário Camboriú, prendeu um homem de 41 anos, no centro de Balneário Camboriú. Ele era investigado por vender imóveis de leilões fictícios a pelo menos quatro vítimas.

O homem utilizava o nome de uma Juíza de Balneário Camboriú, dizendo que conseguia celeridade no processo, facilidade e prioridade para arrematar os bens. O golpe milionário também era oferecido a um valor bem abaixo do mercado e com isso ele acabava embolsando o dinheiro dos interessados que juntos, repassaram cifras milionárias.

As investigações iniciaram no final de 2016, após a denúncia de uma vítima que relatou ter repassado valor adiantado para o suspeito – quase um milhão de reais – em troca da garantia o imóvel arrematado.

Outras três vítimas foram lesadas do mesmo modo e também receberam a informação de que uma Juíza, que não tem participação no esquema e teve seu nome usado indevidamente, facilitaria as negociações.

A esposa e filha do golpista também são investigadas por participarem do esquema criminoso. Uma conta bancária da família era utilizada para receber os pagamentos auferidos com os golpes dos imóveis fictícios. Uma empresa de terraplanagem localizada na localidade do Braço, em Camboriú, estaria sendo usada para lavagem de dinheiro.

O golpista também foi identificado como funcionário fantasma da Prefeitura de Balneário Camboriú, onde exerce cargo efetivo de motorista da Secretaria de Pessoa Idosa. Pelo Portal da Transparência, ele ocupa o cargo na prefeitura desde 1998. As investigações demonstraram que o servidor não aparecia para trabalhar, no entanto, era remunerado para tal.

O Juízo da 1ª Vara Criminal de Balneário Camboriú deferiu as representações formuladas pelo Delegado de Polícia Osnei Valdir de Oliveira e expediu mandado de prisão preventiva para o suspeito, além de mandados de busca e apreensões em seus imóveis.  

O acusado foi preso na última terça-feira (18), por uma equipe da DIC, com o apoio da Força Tarefa de Balneário Camboriú, composta pela Polícia Civil e Guarda Municipal. A prisão ocorreu em frente a um do condomínio no Centro de Balneário Camboriú, quando o golpista marcava encontro com uma vítima que foi lesada em aproximadamente R$ 600 mil e até então não havia denunciado o crime.

Logo, após a prisão, foram cumpridos os mandados de busca e apreensão, no sítio em que o suspeito mora com a família, ao lado de sua empresa de terraplanagem localizada no Braço, em Camboriú.

Outros dois apartamentos foram alvos de busca, mas já haviam sido vendidos pelo golpista de forma duvidosa e que serão apuradas ainda no Inquérito Policial que investiga o caso.

Além do mandado de prisão, o homem foi preso em flagrante em posse de uma pistola calibre .380 ACP, que estava com registro vencido, além de um rifle dotado de silenciador e mira telescópica, uma espingarda calibre 12 GA e diversas munições. Diversos documentos e duas caminhonetes foram apreendidas.

Com as provas juntadas aos autos, ao término do inquérito policial, o Delegado de Polícia representará pelo sequestro de bens do golpista, como o sítio, diversos veículos de alto valor comercial, caminhões e maquinários de expressivo valor comercial. Ele responderá pelos crimes de lavagem de dinheiro, estelionato e exploração de prestígio.

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários