Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Cidade catarinense bate recorde com vaca atolada gigante

Publicado em 26/07/2017 Editoria: Cidades Comente!


Maior vaca atolada do Brasil pertence ao município de São João Batista (SC), que produziu 1.480 kg da iguaria. / Foto: RankBrasil

Maior vaca atolada do Brasil pertence ao município de São João Batista (SC), que produziu 1.480 kg da iguaria. / Foto: RankBrasil

A cidade de São João Batista (SC) entra para o RankBrasil em 2017 pelo recorde de Maior vaca atolada. O município produziu 1.480 kg da iguaria, em desafio realizado no dia 23 de julho no Centro de Eventos, durante a 1ª Festa do Aipim, que faz parte das comemorações dos 59 anos de emancipação.

Para quem não conhece, a Vaca atolada é um prato típico da comida caipira. Os principais ingredientes são costela bovina e aipim, que são cozidos junto com outros temperos.  

A receita gigante foi feita em uma panela de 3 metros de diâmetro, 30 cm de altura e capacidade de 2.121 litros. Foram necessários 700 kg de costela bovina, 400 kg de aipim congelado, 60 l de óleo de soja, 50 kg de sal, 100 kg de tomate, 15 kg de alho, 50 unidades de alho poró, 5 unidades de caldo de carne, 1,1 kg de cebola, 120 unidades de cebolinha verde, 10 kg de colorífico, 25 unidades de salsão, 120 unidades de salsinha, além de mil kg de laranja.

O representante do RankBrasil, Luciano Cadari esteve presente. Ele conferiu a quantidade da vaca atolada e oficializou o título com entrega do troféu de recordista aos organizadores. Segundo Cadari, seis pessoas trabalharam na produção da iguaria desde as 23 horas do dia anterior, revezando-se a noite inteira mexendo a panela. “O desafio exigiu muito empenho e resultou numa bonita e interessante festa”, conta.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento da Prefeitura Municipal, Plácido Vargas, não houve dificuldades para a preparação. “Nossa agricultura é um grande produtor de aipim e com o conhecimento do chefe Deyve Cristiano Darossi tudo ficou mais fácil”. Ele diz também que o desafio superou as expectativas dos organizadores pelo público presente, sendo servidas 1.780 refeições.

Vargas afirma que o reconhecimento do recorde pelo RankBrasil é de muita importância para São João Batista, uma vez que se trata de um prato típico brasileiro, muito conhecido e consumido na região. O secretário explica que o aipim é o principal produto da agricultura municipal e a intenção é divulgar e estimular o consumo para a população brasileira.

Conforme ele, a cidade quer mostrar as principais formas do uso do aipim na alimentação do dia a dia, agregando maior valor ao produto. “A nossa farinha de mandioca já é um produto bastante comercializado e consumido no Brasil, lembrando que o bairro da Arataca é o grande pioneiro”, finaliza.

Aniversário de emancipação

Além da produção da Maior vaca atolada do Brasil, a festa dos 59 anos de emancipação de São João Batista teve muitas outras atrações, entre desfile festivo com o tema ‘O plano é: ser cidadão’, marcha para Jesus, missa de Ação de Graças, bolo de aniversário do município, finais do campeonato de futebol de campo e exposição de orquídeas.

Vaca Atolada

Diz a história que os tropeiros levavam carne mergulhada na gordura, o que preservava o alimento por um bom tempo, sem deteriorar. Ao longo das trilhas colhiam aipim e misturavam junto com as carnes num cozido. A comida ajudava a sustentar o corpo em dias frios na serra.

Quando durante um trecho da viagem o gado encalhava no solo já úmido por conta da chuva, era hora da tropa descansar e se alimentar. Assim sendo, surgiu o nome do prato, Vaca Atolada.

 

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários