Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Maravilha também adere ao Programa Cidade Empreendedora

Publicado em 12/07/2017 Editoria: Cidades Comente!


Prefeita Rosimar Maldaner fala comenta sobre a implementação do programa / Foto: Patrícia Bertollo

Prefeita Rosimar Maldaner fala comenta sobre a implementação do programa / Foto: Patrícia Bertollo

A prefeitura de Maravilha e o Sebrae/SC firmaram parceria para implementação do Programa Cidade Empreendedora, que foi lançado oficialmente nessa semana, na Câmara de Vereadores. O município, situado no Extremo Oeste catarinense, conta com 25 mil habitantes, quase duas mil empresas e tem como principal base econômica a indústria. Florianópolis também aderiu ao programa na semana passada.

A iniciativa permitirá trabalhar o desenvolvimento local nos seguintes eixos: Atores do Desenvolvimento; Desburocratização; Sala do Empreendedor; Compras Governamentais; Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEEP); Crescendo e Empreendendo; Município em Números; Levantamento de Oportunidades; Planejamento Estratégico para a Gestão Municipal; Gestão Estratégica Orientada para Resultados e Plano de Desenvolvimento Econômico.

O coordenador regional extremo oeste do Sebrae/SC, Udo Trennepohl, explica que o conjunto de soluções do Cidade Empreendedora permite auxiliar no desenvolvimento do ambiente de negócios com metodologia formatada para atender os municípios de acordo com a realidade local.

"As ações iniciam com diagnóstico, alinhamento interno com a equipe da prefeitura, divulgação do programa para a comunidade e seguem com a equipe de consultores especialistas implementando as soluções. Em Maravilha serão aplicadas 34 soluções que auxiliarão no desenvolvimento do ambiente de negócios e fortalecerão o tema empreendedorismo nas escolas".

O diretor de Indústria e Comércio Mozer de Oliveira que coordena o Cidade Empreendedora em Maravilha, enfatiza que com R$ 843 milhões gerados em movimento econômico pela indústria, comércio, prestação de serviços e agricultura, o município se destaca em 41º lugar no ranking catarinense.

"O programa Cidade Empreendedora vem em boa hora. Vamos capacitar nossos empreendedores locais para ampliar esse número e gerar novas condições de negócios em Maravilha". Mozer destaca também a implantação da Rede Simples que vai desburocratizar o processo de abertura de empresas. "A obrigatoriedade desta Rede será a partir de 2018. Maravilha sai à frente e se antecipa neste processo para auxiliar os empreendedores locais".

A duração do programa é de 18 meses e uma equipe de profissionais do Sebrae/SC conduzirá o trabalho em conjunto com a Prefeitura. "Nossa adesão ao projeto é para estarmos cada vez mais capacitados e preparados para formular iniciativas e incentivar empreendedores. Queremos ampliar as oportunidades e incrementar os programas de incentivo que temos. Tanto nos empreendimentos rurais como nos urbanos já desenvolvemos um trabalho integrado com os setores e pretendemos identificar novos focos de ação do poder público nestas áreas", enfatiza a prefeita Rosimar Maldaner.

Para a prefeita, a adesão do município ao programa fomentará o protagonismo e a transformação local. "Levaremos o empreendedorismo para as salas de aula, queremos ajudar jovens e mulheres empreendedoras, desburocratizar processos e incentivar negócios. Maravilha se destaca em sustentabilidade e transparência e nós queremos ampliar nossa condição fortalecendo ainda mais a gestão de forma organizada, otimizando recursos, de forma criativa e inspirando nossa comunidade para o empreendedorismo", conclui.

Além de Maravilha, também aderiram ao projeto no extremo oeste catarinense os municípios de Anchieta, Descanso e São José do Cedro. Segundo o gestor estadual do Cidade Empreendedora, Diego Wander Demétrio, com a implementação das ações, os municípios aprimorarão o ambiente de negócios nos mais variados segmentos, o que fortalecerá a economia local, regional e estadual.

› FONTE: Floripa News (www.floripanews.com.br)

Comentários