Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS
Mercado&Negócios - Por Gisela Bond

Mercado&Negócios Por Gisela Bond

Mercado&Negócios - Por Gisela Bond

`Sorvetes de SC são caso único no mundo,com distribuição em hospitais e farmácias

Publicado em 18/01/2021 Comente!

foto: Marcelo Baracuhy credito: Marcelo Mandarino

foto: Marcelo Baracuhy credito: Marcelo Mandarino

Os sorvetes da YPY, empresa catarinense, são uma revolução no mercado. Caso único no mundo, são vendidos em farmácias e distribuídos em hospitais, inclusive na maior rede especializada em atendimento à pessoa idosa da América Latina, Hospital Sancta Maggiore. Os produtos da YPY já estão em 70 lojas da rede Panvel, nos três estados do Sul do país, e em São Paulo. Estão também em 21 lojas do Sesi. Além disso, os produtos são vendidos em supermercados de Santa Catarina e Paraná, como Angeloni e Muffato, respectivamente. Nesta semana, a empresa anunciou os investimentos para este ano. “O foco continua sendo o desenvolvimento de produtos saudáveis e saborosos”, conta Marcelo Kuerten Baracuhy, diretor de pesquisa e desenvolvimento da empresa, e “iremos ampliar nossa presença em farmácias, hospitais e supermercados”. Marcelo adiantou que a empresa irá inaugurar outra loja, agora em Porto Alegre. “Este novo investimento foi estimulado pelo sucesso da loja em Florianópolis, aberta ao lado da fábrica, em Cacupé”, explica.  
QUIMIOTERAPIA
Mas, afinal, por que os produtos da YPY são comercializados em farmácias e hospitais? O sorvete Pro Vita, por exemplo, desenvolvido em parceria com o Departamento de Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), é indicado para pessoas que estão fazendo tratamento contra o câncer. Ele ajuda a minimizar os efeitos da quimioterapia. É indicado também para todas as pessoas que precisam de reposição energética e proteica de alto valor biológico – 26% de sua composição é proteína. É recomendado ainda para crianças com pouco apetite, idosos, pessoas convalescentes com dificuldade de se alimentar e atletas de alta performance.
SANCTA MAGGIORE
O sorvete que o Hospital Sancta Maggiore utiliza é o Per Tutti, direcionado a pessoas com intolerância à lactose, ao glúten ou com outras restrições alimentares. E, além delas, os veganos também podem saborear, pois é feito sem ingredientes de origem animal. Não tem adição de açúcar nem de gordura trans, tem baixo índice de gordura saturada e alto teor de fibras – na proporção de aproximadamente 50% das necessidades diárias médias de uma pessoa adulta em apenas um sorvete. É low carb, ou seja, contém poucos carboidratos, e pode ser consumido por quem limita este nutriente na alimentação diária. “Delineamos a produção dos nossos sorvetes através de uma regra de ouro: a qualidade &64257;nal do alimento premium que nossos clientes merecem sempre começa na origem, na qualidade das matérias primas que fazem parte da composição”, afirma Marcelo. Para Elizangela Camargo, nutricionista da YPY, o segredo do sucesso está na capacidade de unir sabor com saúde. “Além de muito gostosos, nossos sorvetes são saudáveis”, resume.
GESTÃO SUSTENTÁVEL
A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, tem como propósito oferecer alimentos de qualidade cada vez mais saborosos e práticos, para pessoas em todo o mundo, por meio da gestão sustentável de uma cadeia viva, longa e complexa, que proporciona vida melhor a todos, do campo à mesa. Para isso, a Companhia investe de forma permanente na eficiência econômica e energética. A BRF trabalha para ampliar em 50% a autoprodução de energia elétrica provenientes de fontes limpas ou renováveis nos próximos 10 anos, como estabelecem as metas do plano Visão 2030, anunciado em dezembro do ano passado. O plano BRF de Sustentabilidade – Nossas Ambições prevê a atuação em sinergia com os parceiros e impactar positivamente as comunidades; inovar e obter soluções sustentáveis para desafios globais; promover o bem-estar animal; ser inclusivo, plural e diverso; e preservar o meio ambiente e ser ecoeficiente.
 
CRÉDITO DE 200 MI
A empresa firmou um convênio com o Banco do Brasil que disponibilizará R$ 200 milhões em limites de crédito para financiar investimentos na instalação de painéis de energia solar nas granjas. O projeto piloto prevê a implantação inicial em um grupo de produtores integrados pré-definidos em Santa Catarina e no Paraná. Na segunda etapa, o programa será ampliado para atingir 100% dos integrados. O diretor geral de Agropecuária, Fábio Stumpf, destaca que a proposta é oferecer aos produtores acesso a condições de financiamento com custos melhores do que aqueles oferecidos normalmente pelo mercado. O prazo total dos contratos será de 10 anos, com taxas pré-fixadas e carência de seis meses para iniciar o pagamento. “Outro ponto importante é que a BRF está fazendo um pool de compras no mercado de modo que o produtor tenha acesso a um equipamento com tecnologia de ponta, garantia estendida e um custo menor do que se fosse comprar diretamente do fornecedor”, ressalta. A ideia é montar esse programa piloto no início de 2021, com a implantação ainda no primeiro trimestre e, na sequência, estender esses benefícios para outros produtores integrados que atendem à companhia.
 
VISÃO 2030
Fábio Stumpf afirma que o plano da BRF para a sustentabilidade é ambicioso. “O compromisso com a sustentabilidade faz parte da cultura BRF e a Visão 2030 conta com uma agenda de ponta a ponta do negócio, desde a compra dos insumos até a logística e o consumo dos nossos produtos. A Companhia está pronta para essa nova jornada de crescimento sustentável, graças à consistência da sua gestão, estratégia e vantagens competitivas, por meio de suas marcas, gente, transformação digital e excelência operacional na cadeia integrada”, observa.
 
 
 

Comentários

Mercado&Negócios

Por Gisela Bond

Agenda

+ eventos

Classificados

+ anúncios