Floripa News
Cota??o
Florian?polis
Twitter Facebook RSS

Deter lança edital para obras no Terminal Rodoviário de Florianópolis

Publicado em 06/08/2013 Editoria: Florianópolis Comente!


Foto: Daniel Queiroz/ND

Foto: Daniel Queiroz/ND

 MP pediu interdição por descumprimento de normas de segurança.
Estado de conservação do local é questionado desde 2010.

O Departamento de Transportes e Terminais (Deter) lançou na tarde desta segunda-feira (5) um edital para as obras de Segurança contra Incêndio no Terminal Rita Maria, em Florianópolis. O Ministério Público do Estado pediu, na sexta-feira (2), a interdição do prédio por descumprimento das normas exigidas pelo Corpo de Bombeiros.

O estado de conservação do terminal rodoviario, construído há 32 anos, é questionado desde 2010, quando a Defesa Civil municipal decretou situação de emergencia pelas más condições do telhado. Prazos para obras de manutenção foram acertados com o Ministério Publico, que pediu uma vistoria do Corpo de Bombeiros há um ano. O relatório apontou irregularidades, como fiação exposta, central de alarme de incêndio inoperante e número insuficiente de extintores.

Em janeiro deste ano, a Justiça determinou um período de seis meses para o Deter comprovar a regularização do terminal. O prazo encerrou no dia 7 de junho, sem a execução do projeto de segurança. Com isso, o Ministério Público entrou com novo pedido de interdição do Rita Maria, depois de uma reunião da promotoria com a direção do Departamento de Transportes.

"Para a nossa surpresa, fomos informados de que o Deter sequer iniciou o processo de licitação, então não nos restou outra alternativa se não entrarmos com o pedido de interdição. Pode vir causar algum desconforto para a população, mas a prioridade é a segurança das pessoas", explica o promotor de Justiça Daniel Paladino.

O presidente do Deter diz que as obras do telhado foram priorizadas em uma ampla reforma orçada em R$ 7 milhões. O elaboração do projeto contra incêndio teria atrasado a contratação dos serviço, agora com prazo. "O edital da prevenção está sendo lançado nesta segunda e deve ser publicado nesta terça (6). E o prazo de execução é de 90 dias", afirmou Neri Francisco Garcia. A decisão da Justiça sobre o pedido de interdição deve sair na semana que vem.

› FONTE: g1.com

Comentários